Utilizando a web 2.0

Publicado: novembro 30, 2011 em Uncategorized

A web 2.o é um novo conceito de web pautada na interatividade, na construção e produção de documentos e textos de forma descentralizada.Neste primeiro momento de acesso ao blog Acidente ambiental Reflexões e Crítica , divulgamos algumas ferramentas web 2.0 que podem ser utéis no aprofundamento do tema acidentes ambinetais.Vejam abaixo algumas ferramentas e links indicativo. :

SLIDE SHARE-É uma ferramenta 2.0 que permite publicação de apresentações em power point.Apresentamos aqui um link interessante para uma apresentação sobre Desastres Naturais, do autor Claudio José Ferreira,apresentada noMuseu geológico,em São Paulo .Dica: fechem a janela que parece na barra dos slides para visualização integral dos slide.O link é: http://www.slideshare.net/cjfcjf/desastres-naturais-1931357

NING-É uma ferramenta que permite a construção de uma rede soocial e de compartilhamento de informações, com foruns e discussões.Acessem a Rede social Arca de Noé ,disponível na ferramenta Ning.É uma rede que discute as ações da Defesa civil em casos de acidentes, trata do gerenciamento de risco.Acessem a rede pelo link:

http://arcadenoe.ning.com/

WIKISPACE-É uma frerramenta web 2.0 que permite a construção de textos colaborativos e discussão em foruns .Na internet podemos ter acesso a alguns grupos formados na wikispace.Um exemplo encontra-se abaixo sobre radiação.Assista neste mesmo link um video do you tube  sobre efeitos biologicos da radiação bem impactante .O link é

http://biobcj.wikispaces.com/Radia%C3%A7%C3%A3o

YOU TUBE: É uma ferramenta 2.0 que permite compartilhar vídeos.Ao longo das postagems deste blog, existem links e a inserção de vídeos do you tube

TWITTER-O twitter pode ser utilizado como uma rede social e fonte de informação através de mensagens divulgadas.Uma sugestão de twitter é a de um Ce3ntro Meteorológico, onde é possível saber informações sobre o tempo , o que permite prevenção de acidentes de desastres naturais como chuvas e possibilitam evacuação de área em tempo anterior a possíveis deslizamentos em áreas de risco.Recomendamos este link de um centro meteorológico  :http://twitter.com/inpe_cptec

Objeto de aprendizagem original

Publicado: novembro 30, 2011 em Uncategorized

objetooriginalgrupomeioambiente2

O link acima dá acesso ao objeto original do Grupo Meio ambiente 2 .Consiste em um artigo publicado em pdf sobre o tema : Efeitos biológicos das radiações.Dica: clique no link, abrirá uma janela, clique novamente no link e abrirá o arquivo em pdf.Disponiblizamos também aqui abaixo o texto do objeto original :

Efeitos biológicos da radiação

Quando ocorre um acidente nuclear, três tipos de radiações podem ser emitidas: Partículas alfa, beta e raios gama .As partículas alfa são consideradas inofensivas e não atravessam a pele humana.As partículas beta podem atravessar até um centímetro na pele e gerar queimaduras.Já os chamados raios gama podem atravessar a pele,são extremamente perigosos, pois podem causar alterações celulares e câncer

A incidência de radiação sobre o corpo humano pode ocorrer por dois mecanismos:

Mecanismo de ação direta

Ocorre quando estruturas como o DNA, enzimas e lipídeos de membrana são atingidas diretamente pela radiação. Os efeitos sobre o DNA são: substituição,deleção ou adição de bases nitrogenadas, ruptura de uma fita ou da dupla fita de DNA, inibição temporária ou permanente da síntese de DNA, alterações em mitose, gerando  alterações em sínteses protéicas.Para enzima, pode ocorrer alteração em estrutura secundária  e terciária de proteínas.Para os lipídeos pode acontecer ruptura da ligação na estrutura de fosfolipídios de membrana .Pode ocorrer  alteração na permeabilidade de membrana plasmática  para potássio ou Sódio.

Mecanismo de ação indireta

Ocorre quando a radiação atinge uma molécula de água que compõe nosso organismo e esta molécula funciona como um elemento intermediário. Quando a molécula de água for atingida por radiação, isso determinará  o que chamamos de radiólise da água.A molécula de água atingida por radiação produzirá radicais livres de ação redutora e oxidante..Estes radicais liberados poderão reagir com compostos orgânicos.Temos, por exemplo, formação de agente oxidante como o peróxido de hidrogênio ,em altas concentrações .Com a liberação de radicais livres e a combinação destes com alguns compostos orgânicos pode gerar a formação de compostos químicos como  DNA ,RNA e  enzimas totalmente alterados.As biomoléculas que compõem o organismo podem ficar todas alteradas em questão de segundos ou horas.No homem, as respostas biológicas podem acontecer em minutos ou até se perdurar ao longo de anos, com efeitos  genéticas ou somáticas.Todos estes efeitos somáticos ou genéticos provocados pela radiação, afetando os tecidos, gerando estas alterações biológicas s são chamados radiolesões

Efeito sobre a célula:

Alterações celulares podem ser produzidas em intervalo de tempo curto quando as células são submetidas a radiação, mas modificações celulares mais acentuadas podem levar horas ou um tempo maior, se a quantidade de radiação não for tão elevada.

As alterações da célula podem ser estruturais, funcionais, podendo chegar a morte celular.

Efeitos sobre o Núcleo: O núcleo é mais sensível a radiação do que o citoplasma e dentro do núcleo, os locais mais sensíveis são os cromossomos e o DNA. A irradiação sobre o núcleo pode provocar inibição da divisão celular. Alterações cromossômicas relacionadas ao ciclo celular podem ser de dois tipos.

Aberração em cromátides- Acontece no ciclo G2, depois de ocorrer a síntese de DNA e há ruptura de uma cromátide.

Aberração cromossômica- Ocorre na fase G1, depois da mitose e antes de acontecer síntese, em que se rompem dois braços dos cromossomas.

É mais frequente as aberrações em fase  G2 do ciclo celular .Geralmente , há reparo destas quebras de cromátide, de braço de cromossoma por um conjunto de enzimas na célula, mas se este reparo não for realizado, porque há outras estruturas como enzimas,que devido a radiação estão também  alteradas na célula,elas  não realizam este reparo.Se não houver reparo, pode ocorrer rearranjo destes fragmentos e resultar em alterações graves.

Os cromossomos tem o DNA  e o DNA por sua vez  é formado por suas bases nitrogenadas.Se houver alteração na sequência linear das bases , o DNA passa a enviar informações errôneas para síntese de proteínas.A  transcrição do DNA em RNA pode não ocorrer, interrompendo a síntese de proteínas, alterando metabolismo celular, levando a morte da célula. Se as alterações alterarem as características hereditárias da célula, isto resulta em uma mutação..A mitose pode ocorrer mais lentamente ou ser  completamente inibida devido a radiações.

Geralmente, células que estão se dividindo no momento que foram radiadas chegam a completar aquela divisão. Mas se a irradiação ocorrer antes da divisão, as células podem ter um retardo na divisão mitótica.

Se a célula possui normalmente alta atividade mitótica, como células hematopoiéticas, a alteração nesta capacidade mitótica pode gerar a morte da célula.

Citoplasma

As principais alterações no citoplasma seriam a desintegração de organelas como mitocôndria e Complexo de Golgi. A membrana celular pode ter um aumento de sua permeabilidade, gerando alterações das concentrações citoplasmáticas de íons e isto afetará  transmissão de impulso nervoso, devido ao desequilíbrio eletrolítico.

Efeitos sobre o tecido :

Tecidos hematopoiéticos são extremamente sensíveis a radiação. Já os tecidos musculares e nervosos são capazes de suportar mais doses de radiação, sem apresentar rapidamente lesões aparentes.. O efeito principal sobre os tecidos é a hipoplasia, podendo levar a alteração funcional e chegar a transformação maligna das células. Este efeito carcinogênico pode ficar estável em um período de latência por vários anos até expressar esta alteração, que definirá um quadro de câncer

Efeito somático:

O efeito das radiações é maior nas célula menos diferenciadas .É maior também o efeito da radiação  em células  grande capacidade de divisão.A Radiossensibilidade, isto é a sensibilidade a radioatividade é diretamente proporcional  a atividade mitótica e inversamente proporcional ao grau de diferenciação celular proporcional , isto é quanto maior a atividade mitótica, por exemplo, célula hematopetica , mas sensível a radiação estas células serão.Já  células musculares e nervosas, que tem  menor capacidade de mitose,terão  menor a radiossensibilidade.Quanto mais diferenciada for a célula , menor a sensibilidade a radiação

Desta forma podemos classificar as células como:

Radiosensiveis: Células do tecido linfóide, células do tecido hematopoiético, células do epitélio gastrointestinal e células germinativas, o cristalino.

Radioreativas: Células epiteliais, endotélio vascular, do tecido ósseo, células da córnea,fibras elásticas e colágenas

Radioresistentes Células renais, hepáticas, endócrinas, ósseas cartilagem madura, célula muscular, nervosa

A quantidade de radiação que estamos expostos é dado pela unidade de exposição ,uma unidade de medida chamada de Roenteng e tem como símbolo R.Já a quantidade de radiação que absorvemos é medida por uma unidade de medida chamada Rad

Os efeitos somáticos da radiação  dependem das doses de  radiação que o indivíduo é exposto

Suportamos até 5R de exposição a radiação por ano ou seja a 0,1 R/semana, sem causar danos ao organismo

Se o indivíduo for submetido a altas doses em um período curto de tempo, classificamos esta dose de radiação como aguda

Se o indivíduo for submetido a pequenas doses e estas estão distribuídas por um intervalo de tempo, classificamos a dose como crônica

Quanto maior a área irradiada ,os  tendem aparecer  mais precocemente e com maior gravidade.

Se aplicarmos uma mesma dose aos indivíduos,os mais jovens serão mais sensíveis que os adultos

A radiação alfa é mais maléfica, sendo mais ionizante que a radiação X

O tempo entre a exposição da radiação e aparecimento de sintomas chamamos de período de latência

Classificamos as moléstias causadas pela radiação de agudas ou crônicas.Serão agudas se levaram até 60 dias após a exposição a radiação para se manifestarem.Serão crônicas se levar até 30 anos para exibirem sintomas ,tempo em anos que está dentro do  o período de latência para neoplasias.Então ,até 30 anos após a exposição de radiação podem aparecer sintomas referentes a câncer.

A Síndrome aguda das radiações ocorre quando o indivíduo é submetido a uma dose muito elevada , de uma só vez.Este tipo de síndrome ocorre quando há acidentes nucleares de Chernobyl.Esta Síndrome pode se caracterizar por uma síndrome hematopoiética e geralmente pode haver um período de latência de três semanas e os sinais são hipoplasia da medula óssea, leucopenia, trombocitopenia e anemia.Pode ocorrer a morte em até 8 semanas, devido a infecções e hemoragias, já que glóbulos brancos e plaquetas caem os níveis consideravelmente.Pode ocorrer uma Síndrome Gastrointestina, com alterações nas células epiteliais no intestino delgado, com ulcerações,vômito, perda de sais minerais, desiquilíbrio eletrolítico, desidratação e morte pode ocorrer em até 15 dias.Outra Síndrome é do Sistema Nervoso Central , podendo levar a edema,necrose de neurônio, meningite,confusão, tremores, ataxia , com.O período de latência é bem curto ,correspondendo a poucas horas depois da exposição.A morte pode ocorrer por aumento da pressão intracranianaem cerca de 2 a três dias.  

Existe um outro tipo de efeito d eradiação, , chamado de moléstia aguda frusta e recebe este nome devido ao estado debilitado dos pacientes.É o tipo de efeito percebido em pacientes submetidos a radioterapia para tratamento de neoplasia.

As moléstias crônicas relacionadas a radiação podemos citar a leucemia e carcinoma da tireóide.

Quando ocorre exposição a radiação em mulhres gestantes, se tiverem no período de primeira a segunda semana dedesenvolvimento , provavelmente levará ao óbito

Ocorrendo da segunda a sétima semana de desenvolvimento há sérios riscos de anomalias, sendo que doses parceladas são mais prejudicias do que doses únicas de radiação nesta situação de gravidez.Se a radiação ocorre nas etapas de desenvolvimento de órgãos, os órgãos qundo anômalos podem levar a morte neo natal.Pode acontecer um fenômeno chamado de moisacismo no embrião, isto é , algumas células são afetadas e sofrem mutações e outras não, isto gera efeitos deletérios .

As mutações podem ocorrer em células somáticas ougerminitavas.As somáticas afetam apenas o individuo que a tem e seria por exemplo os casos de câncer que afeta aquela pessoa em particular.Já as mutações de células germinativas, podem ser deletérias para geração seguinte , geralmente são alterações dadas por gens recessivos e precisam as vezes de mais  gerações para se expressarem.Por isso alguns sobreviventes de Hiroshima e Nagazaki não detectaram  mutações , porque estavam mascaradas em gens recessivos introduzidos na população , demorando algumas gerações para se expressar.

A palavra acidente traz a ideia de um acontecimento imprevisível, um evento que se deu ao acaso.Podemos classificar acidentes ambientais como eventos que trazem impactos para o meio ambiente e que ocorreriam ao acaso, de forma imprevisível.Porém, quando tratamos de acidentes ambientais sabemos que a maioria deles não representam eventos totalmente imprevisíveis em muitos casos.Um exemplo disso seria a utilização da energia nuclear.Sabe-se que este tipo de energia apresenta riscos inerentes as propriedades físico-químicas dos elementos radiativos .Vários riscos que certas atividades executadas por indústrias ou  usinas oferecem poderiam ser controlados quando na elaboração do projeto realiza-se uma  análise de risco bem detalhada,considerando o que chamamos em gestão ambiental o  pior cenário que podemos ter para um fenômeno .Muitas análises de risco tende a ignorar certos fatores de risco porque se considera que aquilo não interfere ou está controlado.Mas é preciso efetuar um levantamento mais apurado para verificar os reais fatores que interferem em uma atividade.Então, a primeira crítica feita neste site é que se estes acidentes em sua grande maioria não ocorrem totalmente ao acaso , por que chamamos de acidentes ambientais? O termo se difundiu na área ambiental, mas com certeza não seria o mais correto em muitos casos.Talvez a utilização do termo traga em si mesmo esta própria discussão, quando ocorre um evento como vazamentos,, todos se perguntam , se foi um simples acaso ,um acidente, ou há uma parcela de culpa do homem por não efetuar o controle de riscos adequadamente? Cada evento de grande proporção nos perguntamos: Foi acidente ou foi pura negligência? Dividimos os acidentes ambientais como desastres naturais e desastres tecnológicos.Desastres naturais são aqueles ocasionados pelos fenômenos da natureza, talvez sejam os mais adequados para levarem a denominação de acidente, já que não são totalmente controláveis pelo homem, embora nem sempre  possamos admitir que foram acidentes porque há áreas em que já se espera desastres naturais com frequencia como o Círculo de Fogo de Pacífico, propício a terremotos e quando não se pensa de forma sustentável e se instala uma usina nesta área, como em Fukushima, os eventos ocorridos nesta área podem ser chamados de acidentes?São conhecidos os riscos e espera-se a ocorrência de acidentes nesta área, mas não controlar os riscos faz com que tudo deixe de ser conceituado como um evento ao acaso e imprevisivel, isto é , um simples acidente.Incluímos na categoria destes desastres naturais os terremotos, furacões, tsunamis que abordaremos no blog.Os acidentes ambientais podem ainda ser subvididos em desastres tecnológicos, além dos desastres naturais.Os desastres tecnológicos já são ocasionados como resultado de atividades do homem e englobam os vazamentos, os derramamentos, as explosões.Sobre os acidentes químicos ampliados, sugerimos a leitura do artigo disposto no link abaixo

http://www.scielosp.org/pdf/rsp/v29n6/12.pdf

Reflexão sobre a causa dos desastres naturais :

http://www.brasildefato.com.br/node/5504

 

Dica de link http://umaverdadeconveniente.blogspot.com/2011/04/tsunami-na-indonesia.html

 http://www.osmelhoresvideos.net/video/500/tsunami-filmado-da-varanda-do-hotel-na-indonesia.html

http://www.osmelhoresvideos.net/video/501/o-tsunami-deixou-muitas-marcas-na-asia.html

No dia 26 de dezembro de 2004, ocorreu um terremoto de 9 graus na escala Ritcher, próximo a província de Aceh, no norte da Indonésia,localizada na Ilha de Sumatra . Este terremoto ocasionou a formação da Tsunami, as ondas gigantes. O terremoto que desencadeou as ondas gigantes  na Ásia teve  epicentro próximo a Costa Oeste da Ilha de Sumatra na Indonésia.O que provocou aquele terremoto foi um deslocamento de duas placas tectônicas no fundo do mar.Esse deslocamento destas placas fez com quer a água no Oceano Índico formasse ondas gigantes(tsunami) que chegavam a cerca de 200 Km de comprimento.Para comparar, um comprimento de onda  típico , em um mar em condições normais, com ventos de velocidade não muito acentuada, é de 100metros de altura.A velocidade de propagação de uma onda gigante é de 800 Km/h.Estas ondas foram em direção ao continente e ocorreu um fator que é o determinante para força destruidaora da tsunami a medida que aproximam da região costeira.O que ocorre ao aproximar de um continente? A onda diminui sua velocidade para 48 km/h.Até neste ponto podemos pensar onde então reside o caráter destruidor da Tsunami.Ela diminui a velocidade, diminui seu comprimento, mas aumento consideravelmente sua amplitude, a altura cresce e a altura  que pode atingir depende da área que está ocorrendo a tsunami, da forma de relevo.Toda esta onda gigante avança para a costa , atinge a faixa literânea e invade o continente em uma potência devastadora.Países vizinhos a Indonésia também foram atingidos ,como Sri Lanka , em que foram contabilizadas mais de 35 mil mortes.Na Índia este número ultrapassou 16 mil e na Tailânida o número de mortes foi superior a 8 mil.Quando encerraram as buscas das vítimas do desastre, por volta de 70 mil pessoas não foram encontradas e somou-se este número ao total de mortos encontrados Foram contabilizadas mais de 220 mil mortes ao todo em decorrência deste Tsunami.

Obs : Clique na foto acima, depois clique na seta previous image  e veja mais 3 imagens sobre o Tsunami de 2004 .Veja uma das fotos que mostra a imagem da Região do Tsunami antes e depois e perceba o grau de Links interessantes sobre o tema Tsunami:

Vídeo exibido pela Netgeo

http://www.youtube.com/watch?v=9julKn094fw

Vídeo exibido pela History Channel

http://www.youtube.com/watch?v=ETVp1WJ31SY

Exercício do vestibular(Questão da UNICAMP  /2008 /2ª fase ) e algumas reportagens

http://veja.abril.com.br/vestibular/unicamp-2-fase-q18-geografia.shtml

Reportagem: Os principais tsunamis no mundo nos últimos anos.Portal G1 Jornal O Globo

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/03/os-principais-tsunamis-no-mundo-nos-ultimos-anos.html

Furacão Katrina

Publicado: novembro 6, 2011 em Desastres naturais

http://veja.abril.com.br/multimidia/galeria-fotos/5-anos-do-furacao-katrina

Link : Galeria de fotos da Revista Veja Abril  Dica: Escolha a opção ampliar fotos ao abrir o link

 

 

O Furacão Katrina representa o maior desastre natural ocorrido nos EUA , desde  o furacão que aconteceu em 1928, o Ockeechobee, que na época atingiu Porto Rico, Bahamas e Flórida.No dia 23 de agosto de 2005, a NOAA, a Agência americana de administração nacional de oceano e atmosfera, liberou um relatório em que apontava para a presença de uma depressão tropical localizada no sudeste de Bahamas. Era o começo da formação da Furacão Katrina. Em 24 de agosto o quadro visto de depressão tropical passou para uma tempestade tropical .No dia seguinte, esta tempestade tropical avançou  para a Florida e os ventos chegavam a atingir 130 km/h e provocou chuvas torrenciais nesta região.No dia 26, os ventos atingiram 160 km/h e foram se direcionando para Louisiana e Mississipi.Já no dia 27  , os ventos ganharam mais velocidade e em 28 de agosto os ventos atingiram cerca de 280 km/h.No dia 29 de agosto, o furacão chega a Mississipi, Louisiana e Alabama e afetou gravemente a cidade  de New Orleans,que fica no estado de Lousiana, provocando imensa inundação e 80% da cidade ficou submersa.No dia 29 de agosto, o Furacão Katrina chegou atingir o norte de Cuba , ocasionando muitas chuvas e a cidade de Surgidero Bardabano ficou 90% imersa em água , mas 8000 pessoas conseguiram se salvar, evacuando a província Pina Del Rio a tempo. Calcula-se que 1836 tenham morrido na tragédia provocada pelo Furacão Katrina .Esta estatística engloba as mortes que foram contabilizadas diretamente com os corpos encontrados e aquelas mortes presumidas. Louisiana e Mississipi foram os locais que mais mortes ocorreram .Em New Orleans, cidade de Lousiana,  muitos diques não conseguiram conter o avanço de águas de lagos, de rios, como ocorreu com o Lago Pontchatrain e toda água deste lago deixou New orleans completamente inundada, com cerca de 200 mil casas submersas completamente .O sistema de abastecimento de água e de esgoto foi totalmente destruído em New Orleans  e levou um tempo para que fosse possível  bombear toda água acumulada para fora daquela cidade.Algumas pessoas sobreviventes de New Orleans iam sendo transferidas para estados mais distantes como os estados de Washington  e Illinois.

Terremoto no Haiti

Publicado: novembro 6, 2011 em Uncategorized

 O terremoto no Haiti ocorreu em 12 de janeiro de 2010. e  na escala Richter teve magnitude 7.O epicentrro deste terremoto estava localizado na região oriental da Península de Tiburon, a 25 km da capital do Haiti , Porto Príncipe.Calcula-se que ceca de 200 mil pessoas morreram neste desastre.O Haiti está çocalizado em uma região que possui intensa atividade s´simica porque se encontra em local de encontro da Placa Tectônica Caribenha e a Placa Norte Americana.O movimento de placas que acontece naquela região é um movimento chamado transcoprrente, isto é, ao inves de uma placa se direcionar uma de encontro a outra, no movimento transcorrente, as placas se direcionam cada uma para uma direção, um movimento divergente.Somado a estes movimentos transcorrentes de placas , há muitas falhas geológicas na regiãoExiste um conjunto de falhas geológicas no sul do Haiti denominada de Enriquillo Plaintain Garden .Em 2008, na 18ª Conferência Geológica do Caribe alguns cientistas já haviam alertado que aquela região de Falhhas geológicas de Enriquillo Plaintain Garden era bem propícia para ocorrencia de um terremoto devastador  .Os cientistas alertavam ainda que regiões destes tipos de falhas poderiam ficar inativas aparentemente por até cem anos , ocorrendo pequenos tremores as vezes nao tao perceptíveis , até ocorrer um fenômeno de terremoto devastador como ocorreu no Haiti

Dica: Link para reportagem da Revista Época -Local do epicentro,mapa de placas, tipos de falhas e a Escala Ritcher

 http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI115873-15227,00.html

Link para o Vídeo do Discovery Channel

http://www.youtube.com/watch?v=L3EOcLOWZ2s

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1624722-7823-CHUVA+MATA+UMA+PESSOA+EM+SANTA+CATARINA,00.html

http://veja.abril.com.br/multimidia/video/chuvas-causam-centenas-de-mortes-na-regiao-serrana-do-rio-de-janeiro
http://www.youtube.com/watch?v=Nyv564WXBog

É notória a preocupação que chega a todos nós, através das diversas mídias sobre as catástrofes ambientais acontecidas em todo mundo, e em especial a tragédia acontecida no Japão. Também em nossa região acontece enchentes, alagamentos, causados pelas chuvas fortes, como acorreu na região serrana, em SaÉ notória a preocupação que chega a todos nós, através das diversas mídias sobre as catástrofes ambientais acontecidas em todo mundo, e em especial a tragédia acontecida no Japão. Também em nossa região acontece enchentes, alagamentos, causados pelas chuvas fortes, como acorreu na região serrana, em Santa Catarina e no nordeste. Observamos que os nossos rios estão assoreados, os lixos em todas as cidades estão mal administrados pelas autoridades governamentais. Diante de tais fatos, e sabendo-se da necessidade de conscientizar os cidadãos de que ações conjuntas para melhorar o planeta dependem de atitudes individuais,coletivos e das autoridades competentes. A verdade é que o mundo precisa de nossa ação, seja ela pequena ou grande, o importante é fazermos a nossa parte. nta Catarina e no nordeste. Observamos que os nossos rios estão assoreados, os lixos em todas as cidades estão mal administrados pelas autoridades governamentais. Diante de tais fatos, e sabendo-se da necessidade de conscientizar os cidadãos de que ações conjuntas para melhorar o planeta dependem de atitudes individuais,coletivos e das autoridades competentes. A verdade é que o mundo precisa de nossa ação, seja ela pequena ou grande, o importante é fazermos a nossa parte.