Arquivo da categoria ‘Desastres tecnológicos’

Em 25 de abril de 1986,no contexto da Guerra Fria,  na Ucrânia, em Chernobyl, os funcionários da ala 4 da usina Vladimir Ilitich Lenin realizaram um teste no reator ,para buscar formas de economizar energia.Foram desligados todo o sistema de segurança da usina e começaram  os testes nucleraes  durante a madrugada.Houve o inicio de várias explosões dentro do reator.A  tampa do reator explode e espalha-se material radoativo de urânio e grafite, juntamente com uma chama de fogo e de muitas cores referentes a partículas radioativas.A potência das explosões no reator foram dez vezes maior que a bomba de Hiroshima.A gravidade do acidente foi ignorada e os habitantes que viviam próximos da usina recebiam  informações de que tudo estava sobre controle, desconhecendo assim a gravidade da situação.Depois,algumas horas após o acidente,  corriam boatos de que tinha ocorrido  uma explosão na usina, mas não havia uma informação oficia,l concreta, após os acidente.Quando realizavam as primeiras medidas dos níveis de radiação na região, verificaram que este valor  era de cerca de 600 mil vez maior que o normal  .No primeiro dia do acidente, a população recebeu uma radiação 50 vezes maior que a quantidade considerada não prejudicial.A radioatividade ia subindo a medida que realizavam novas medições porque o reator ainda estava queimando e liberando radiação .Somente 30 horas depois da explosão é que governantes começaram a tomar alguma medida de segurança e organizar assim  a retirada da população daquela área contaminada.Distribuíam pílulas de Iodo , mas a real situação , a gravidade do que ocorria ,era escondida pelas autoridades para evitar pânico. Depois de 48 horas de ocorrência do acidente, ficaram na cidade  os militares e uma equipe de cientistas reunidos em um hotel para tentar reverter a situação.O vento espalhou a nuvem de radioatividade para outros países da Europa .Três dia depois , satélites americanos já tinha mapeado a região e visto que havia tido um acidente nuclear naquela área.Ainda continuava queimar o reator, fumaça ainda saía  na área ocupada pela  usina.No primeiro dia , bombeiros jogaram água na tentativa de pagar as chamas.Dias depois tentaram inicialmente jogar sacos de areia para estancar o fogo, mas por baixo de toda areia depositada , continuava queimar o reator, a reia simplesmente derretia e havia um risco de acontecer outra explosão.A água jogada no primeiro dia pelos bombeiros estava acumulada e se entrasse em contato com aquele material que queimava , o material radioativo , poderia ter outra explosão.Militares jovens foram convocados para a região,  cerca 600  pilotos   realizaram esta primeira cobertura de  areia naquele local, sem sucesso.Cm certeza  estes pilotos não sabiam a gravidade daquele acidente e o perigo de radiação a  que foram submetidos.Morreram logo em seguida .Depois , optaram por nova estratégia :Tentaram chegar ao local do acidente na usina, através de tuneis que davam acesso ao reator 4.Os trabalhadores ,mineiros, militares jovens alistados, de cerca de 20 a 30 anos  trabalharam na operação de reversão das consequências do acidente  sendo  submetidos a máxima radiação, sem equipamento de proteção.O calor era intenso nestes túneis de acesso ao reator.Depois de 7 meses do acontecimento do acidente ,em novembro de 1986, a equipe que trabalhava no local conseguiu  “limpar” o grafite acumulado na região da usina, o  urânio,  e colocaram uma tampa chamada de sarcófago sobre aquela cratera aberta pela explosão do reator 4.Alguns  pesquisadores levantam a hipótese  que este acidente foi uma sabotagem , gerando uma crise para  aqueles países da Europa, que culminou no fim da URSS.O governo soviético tentou suspender as indenizações concedidas a funcionários que trabalharam na usina .Chernobyl hoje  é uma cidade abandonada. Hoje, em 2011, a radiação é de cerca de 10 vezes maior que o normal considerada, sendo possível ficar apenas 15 minutos naquela área, sendorecomendável.chegar só até 200 metros do local do acidente.Em novembro de 2011, o    governo soviético tentou suspender as indenizações concedidas a funcionários que trabalharam na usina , que gerou protestos na Ucrânia .

Acompanhe reportagem abaixo :

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/11/na-ucrania-funcionarios-de-chernobyl-protestam-contra-cortes.html

Anúncios